Carregando Idioma...

Lista de Exercícios ENEM Reforma Religiosa, Renascimento e Crise do Sistema Feudal

Exercícios sobre o ENEM, como passar no ENEM? Listas de exercício resolvidas.

Lista de Exercícios ENEM Reforma Religiosa, Renascimento e Crise do Sistema Feudal

 

1. (Enem 2017)  Mas era sobretudo a lã que os compradores, vindos da Flandres ou da Itália, procuravam por toda a parte. Para satisfazê-los, as raças foram melhoradas através do aumento progressivo das suas dimensões. Esse crescimento prosseguiu durante todo o século XIII, as abadias da Ordem de Cister, onde eram utilizados os métodos mais racionais de criação de gado, desempenharam certamente um papel determinante nesse aperfeiçoamento.

 

DUBY. G. Economia rural e vida no campo no Ocidente medieval. Lisboa: Estampa, 1987 (adaptado).

 

 

O texto aponta para a relação entre aperfeiçoamento da atividade pastoril e avanço técnico na Europa ocidental feudal, que resultou do(a)

a) crescimento do trabalho escravo.   

b) desenvolvimento da vida urbana.   

c) padronização dos impostos locais.   

d) uniformização do processo produtivo.   

e) desconcentração da estrutura fundiária.   

 

2. (Enem 2015)  No início foram as cidades. O intelectual da Idade Média – no Ocidente – nasceu com elas. Foi com o desenvolvimento urbano ligado às funções comercial e industrial – digamos modestamente artesanal – que ele apareceu, como um desses homens de ofício que se instalavam nas cidades nas quais se impôs a divisão do trabalho. Um homem cujo ofício é escrever ou ensinar, e de preferência as duas coisas a um só tempo, um homem que, profissionalmente, tem uma atividade de professor e erudito, em resumo, um intelectual – esse homem só aparecerá com as cidades.

 

LE GOFF, J. Os intelectuais na Idade Média. Rio de Janeiro: José Olympio, 2010

 

 

O surgimento da categoria mencionada no período em destaque no texto evidencia o(a)

a) apoio dado pela Igreja ao trabalho abstrato.   

b) relação entre desenvolvimento urbano e divisão de trabalho.   

c) importância organizacional das corporações de ofício.   

d) progressiva expansão da educação escolar.   

e) acúmulo de trabalho dos professores e eruditos.   

 

3. (Enem 2011)  Acompanhando a intenção da burguesia renascentista de ampliar seu domínio sobre a natureza e sobre o espaço geográfico, através da pesquisa científica e da invenção tecnológica, os cientistas também iriam se atirar nessa aventura, tentando conquistar a forma, o movimento, o espaço, a luz, a cor e mesmo a expressão e o sentimento.

 

SEVCENKO, N. O Renascimento. Campinas: Unicamp, 1984.

 

O texto apresenta um espírito de época que afetou também a produção artística, marcada pela constante relação entre

a) fé e misticismo.   

b) ciência e arte.   

c) cultura e comércio.   

d) política e economia.   

e) astronomia e religião.   

 

4. (Enem 2009)  Hoje em dia, nas grandes cidades, enterrar os mortos é uma prática quase íntima, que diz respeito apenas à família. A menos, é claro, que se trate de uma personalidade conhecida. Entretanto, isso nem sempre foi assim. Para um historiador, os sepultamentos são uma fonte de informações importantes para que se compreenda, por exemplo, a vida política das sociedades.

No que se refere às práticas sociais ligadas aos sepultamentos,

a) na Grécia Antiga, as cerimônias fúnebres eram desvalorizadas, porque o mais importante era a democracia experimentada pelos vivos.   

b) na Idade Média, a Igreja tinha pouca influência sobre os rituais fúnebres, preocupando-se mais com a salvação da alma.   

c) no Brasil colônia, o sepultamento dos mortos nas igrejas era regido pela observância da hierarquia social.   

d) na época da Reforma, o catolicismo condenou os excessos de gastos que a burguesia fazia para sepultar seus mortos.   

e) no período posterior à Revolução Francesa, devido as grandes perturbações sociais, abandona-se a prática do luto.   

 

5. (Enem 2009)  No final do século XVI, na Bahia, Guiomar de Oliveira denunciou Antônia Nóbrega à Inquisição. Segundo o depoimento, esta lhe dava “uns pós não sabe de quê, e outros pós de osso de finado, os quais pós ela confessante deu a beber em vinho ao dito seu marido para ser seu amigo e serem bem-casados, e que todas estas coisas fez tendo-lhe dito a dita Antônia e ensinado que eram coisas diabólicas e que os diabos lha ensinaram”.

ARAÚJO, E. O teatro dos vícios. Transgressão e transigência na sociedade urbana colonial. Brasília: UnB/José Olympio, 1997.

 

Do ponto de vista da Inquisição,

a) o problema dos métodos citados no trecho residia na dissimulação, que acabava por enganar o enfeitiçado.   

b) o diabo era um concorrente poderoso da autoridade da Igreja e somente a justiça do fogo poderia eliminá-lo.   

c) os ingredientes em decomposição das poções mágicas eram condenados porque afetavam a saúde da população.   

d) as feiticeiras representavam séria ameaça à sociedade, pois eram perceptíveis suas tendências feministas.   

e) os cristãos deviam preservar a instituição do casamento recorrendo exclusivamente aos ensinamentos da Igreja.   

 

6. (Enem 2001)  O franciscano Roger Bacon foi condenado, entre 1277 e 1279, por dirigir ataques aos teólogos, por uma suposta crença na alquimia, na astrologia e no método experimental, e também por introduzir, no ensino, as ideias de Aristóteles. Em 1260, Roger Bacon escreveu: "Pode ser que se fabriquem máquinas graças às quais os maiores navios, dirigidos por um único homem, se desloquem mais depressa do que se fossem cheios de remadores; que se construam carros que avancem a uma velocidade incrível sem a ajuda de animais; que se fabriquem máquinas voadoras nas quais um homem (...) bata o ar com asas como um pássaro. Máquinas que permitam ir ao fundo dos mares e dos rios"

 

            (apud. BRAUDEL, Fernand. Civilização material, economia e capitalismo: séculos XV-XVIII. São Paulo: Martins Fontes, 1996, vol. 3).

 

Considerando a dinâmica do processo histórico, pode-se afirmar que as ideias de Roger Bacon

a) inseriam-se plenamente no espírito da Idade Média ao privilegiarem a crença em Deus como o principal meio para antecipar as descobertas da humanidade.   

b) estavam em atraso com relação ao seu tempo ao desconsiderarem os instrumentos intelectuais oferecidos pela Igreja para o avanço científico da humanidade.   

c) opunham-se ao desencadeamento da Primeira Revolução Industrial, ao rejeitarem a aplicação da matemática e do método experimental nas invenções industriais.   

d) eram fundamentalmente voltadas para o passado, pois não apenas seguiam Aristóteles, como também baseavam-se na tradição e na teologia.   

e) inseriam-se num movimento que convergiria mais tarde para o Renascimento, ao contemplarem a possibilidade de o ser humano controlar a natureza por meio das invenções.   

 

7. (Enem 2001)  O texto foi extraído da peça "Tróilo e Créssida" de William Shakespeare, escrita provavelmente, em 1601.

           

            "Os próprios céus, os planetas, e este centro

            reconhecem graus, prioridade, classe,

            constância, marcha, distância, estação, forma,

            função e regularidade, sempre iguais;

            eis porque o glorioso astro Sol

            está em nobre eminência entronizado

            e centralizado no meio dos outros,

            e o seu olhar benfazejo corrige

            os maus aspectos dos planetas malfazejos,

            e, qual rei que comanda, ordena

            sem entraves aos bons e aos maus."

            (personagem Ulysses, Ato I, cena III).

 

                        SHAKESPEARE, W. Tróilo e Créssida. Porto: Lello & Irmão, 1948.

 

A descrição feita pelo dramaturgo renascentista inglês se aproxima da teoria

a) geocêntrica do grego Claudius Ptolomeu.   

b) da reflexão da luz do árabe Alhazen.   

c) heliocêntrica do polonês Nicolau Copérnico.   

d) da rotação terrestre do italiano Galileu Galilei.   

e) da gravitação universal do inglês Isaac Newton.   

 

Gabarito:  

 

Resposta da questão 1:
 [B]

 

Resposta da questão 2:
 [B]

 

Resposta da questão 3:
 [B]

 

Resposta da questão 4:
 [C]

 

Resposta da questão 5:
 [E]

 

Resposta da questão 6:
 [E]

 

Resposta da questão 7:
 [C]