Carregando Idioma...

Napoleão Bonaparte

Napoleão Bonaparte

Napoleão Bonaparte é uma das figuras mais emblemáticas da História Contemporânea, não somente por sua extrema competência militar, mas também por sua importância nos eventos pós Revolução Francesa e na consolidação da identidade nacional francesa.

Ele nasceu na ilha da Córsega em 1769. Sua família recebeu o status de nobreza francesa quando a França fez da Córsega uma província naquele ano e Napoleão foi enviado à França em 1777 para estudar na Escola Militar Real de Brienne.

Durante os anos tumultuados da Revolução Francesa, Napoleão lutou bem pela República, ajudando a derrotar os britânicos em Toulon. Por seus serviços lá, ele foi nomeado general de brigada. Depois que o Diretório chegou ao poder, Napoleão se casou com Josefina de Beauharnais e ganhou o comando do exército francês na Itália, onde, após derrotar os austríacos em 1797, negociou o Tratado de Campo Formio. Esta vitória transformou Napoleão em um verdadeiro ícone na França, despertando grande paixão popular e temor político.

Ansioso por se livrar desse adversário em potencial, o Diretório concordou em permitir que Napoleão levasse iniciasse uma perigosa campanha no Egito para impedir o comércio britânico para a Índia. A campanha de Napoleão no Egito não saiu como planejado, e quando soube que o Diretório estava perdendo poder, ele abandonou seu exército e voltou rapidamente a Paris, para tirar vantagem da situação, tornando-se o primeiro dos três cônsules no novo governo proclamado em 1799 . No período do Consulado, inicia-se a trajetória política de Napoleão Bonaparte.

Como primeiro cônsul, Napoleão iniciou um programa para consolidar seu poder, acalmando os acirrados ânimos entre partidos e classes políticas. Um de seus primeiros atos foi acabar com a cisão entre a França e a Igreja Católica, instituindo a Concordata de 1801.

Napoleão também criou o Banco da França, uma empresa estatal que oferecia sustentação e proteção econômica à burguesia francesa, que até então ainda vivia a insegurança revolucionária.

Em 1804, ele estabeleceu a base para grande parte do sistema jurídico europeu ao estabelecer o Código Napoleônico, como casamento civil (separado do religioso), respeito à propriedade privada, direito à liberdade individual e igualdade de todos ante a lei.

Na educação, Napoleão instituiu o ensino público, que, baseado em ideias Iluministas, possuía um programa unificado, com especial ênfase ao ensino da História, como forma de criar um forte senso de identidade na população.

A partir de então, com a popularidade em alta, Napoleão voltou suas atenções para a Europa e para seu projeto expansionista. Inicialmente, tratou de firmar um acordo de paz com seu maior inimigo em potencial, a Inglaterra (Paz de Amiens) e vendeu o território da Louisiana na França para os EUA em 1803. Iniciava-se um período de conquistas que só terminaria com sua deposição definitiva em 1815.

Em 1804, Napoleão acabou com o Consulado e coroou-se imperador em uma extravagante cerimônia de coroação. A popularidade de Napoleão entre os franceses era estupenda e em plebiscito realizado à época, mais de 60% da população aceitou que a França voltasse a ser governada por apenas um homem. Dessa vez, no entanto, não era um rei e sim um imperador.

Cientes do grande poder de Napoleão e de suas tropas, os ingleses se voltam definitivamente contra a França. É importante lembrar que além do poderio militar, o exército francês levava ideias revolucionárias aos povos conquistados e isso, definitivamente, não interessava a nenhum rei europeu.

Em 1805, Napoleão estava planejando uma invasão da Inglaterra quando os exércitos russo e austríaco começaram a marchar em direção à França. As forças de Napoleão os derrotaram em Austerlitz, mas não antes que a frota britânica destruísse a marinha de Napoleão em Trafalgar, mostrando ao "pequeno general" que seria muito difícil vencer os ingleses pelo mar.

Nessa época, Napoleão expandiu seu Império criando a Confederação do Reno na Alemanha e o Grão-Ducado de Varsóvia na Polônia. Para machucar os ingleses, ele instituiu o famoso Bloqueio Continental, sob o qual todos os portos europeus se recusariam a aceitar embarques britânicos. AS desobediência de espanhóis e portugueses gerou a invasão da Espanha (Guerra Peninsular) e a fuga do rei de Portugal, Dom João VI, para o Brasil.

Na Espanha, Napoleão passou por diversos problemas. Os cidadãos espanhóis não aceitavam de forma alguma o governo de seu irmão, José Bonaparte e por diversas vezes ele foi forçado a mobilizar seu exército a uma região que supostamente já estava conquistada.

Em 1810, Josephine, embora mãe de dois filhos de seu marido anterior, ainda não havia dado herdeiros a Napoleão; em um golpe político, ele teve seu casamento anulado e casou-se com a arquiduquesa austríaca Marie Louise, de 18 anos. Ela deu à luz um filho em 1811.

Na mesma época, o Czar Alexandre I retirou a Rússia do Sistema Continental, iniciando a derrocada de Napoleão, que em 1812, decidiu enviar o "Grande Exército" para a famigerada "Campanha da Rússia", quando acabou derrotado pelo temido "General Inverno".

Humilhado e vendo sua popularidade despencar, Napoleão voltou a Paris e levantou um novo exército, apenas para ser derrotado por uma coalizão de forças europeias em Leipzig em 1814, quando foi exilado na ilha de Elba. Durante esse período, o poder na França voltou aos braços da antiga família real Bourbon, com o rei Luís XVIII.

Com as grandes potências da Europa mergulhadas em negociações sobre como dividir o continente e com a gestão conturbada e impopular de Luís XVIII, Napoleão escapou de Elba, entrou furtivamente na França e reuniu um novo exército no período conhecido como Cem Dias.

No entanto, em junho de 1815, os exércitos de Wellington e Blucher derrotaram Napoleão em Waterloo. Napoleão foi novamente exilado, desta vez em Santa Helena, no Atlântico Sul, onde morreu em 1821. O exílio nessa remota ilha foi uma forma de os ingleses humilharem Napoleão, oferecendo a ele o governo de um pedaço de terra totalmente sem importância.

Publicações Relacionadas

Lista de exercícios Primeira Guerra Mundial com Gabarito.

ASCENSÃO E QUEDA DO IMPÉRIO NAPOLEÔNICO

Era Napoleônica 1799-1815

Independência da América Espanhola

Revolução Francesa

Doutrinas do século XIX